quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Um ano de Canadá

Desculpem a demora, e porque falar de 1 ano de Canadá estava difícil, pesar os pos e contra estava me deixando muitos dias a pensar.

Pois vamos 1 ano de Canadá lembro como se fosse hoje, uns dias antes de embarcar na correria, arrumar malas, despedidas incansáveis, e é claro a dificuldade que foi entrar no avião e dizer até mais, meu coração se contorcia por dentro em ver pessoas que amo tanto chorando.

O que posso dizer de tudo isso e que não e fácil imigrar, para mim em particular a saudade que sinto da minha família é muita, temos que ser fortes e corajosos para agüentar e dizer que foi um grande passo em nossas vidas, foi e esta sendo uma grande decisão esta aqui longe da família e crescer juntos.
Nesse 1 ano, chorei muito, mais ainda existem lagrimas dentro de mim, ainda não sequei kkkkkk.

Lembro-me quanto descemos no aeroporto de Ottawa, e estavam la: Diogo, Marina, Paulinho e Lu. E vi que realmente era verdade, naquele momento que realmente a ficha caiu, mais quando eu vi a alegria nos olhos dessas maravilhosas famílias que estavam nos esperando, eu disse não estou sozinha, me senti segura em poder ter pessoas tão queridas ao nosso lado. Eu não tenho como agradecer todo o carinho que o Diogo e Marina e as pequenas Bia e Morena nos deram quando estávamos la na casa deles, obrigada por compartilhar momentos tão especiais da vida de vocês com a gente e pelo companheirismo também. Paulinho e Lu vim conhecer-los bem aqui no Canadá, e hoje posso dizer que fiz uma grande amizade, obrigada por tudo que vocês fizeram por nos e ainda fazem, obrigada pela paciência.

Falar de trabalho... nossa, como estamos aprendendo, buscando e muitas vezes recebemos "uns nãos", mais tentamos nos erguer e voltar ao caminho que por alguns momentos foi abalado, isso faz parte da vida e nem sempre conseguimos tudo, muitas vezes eu choro......... mais depois eu volto ao normal. Pois é, não e fácil vir encarar o mercado de trabalho, a língua, os desafios. Meu primeiro emprego foi em uma creche familial, aprendi muito, muito mesmo coisas que devo fazer e coisas que devo esquecer, aprendi palavras novas em Frances, conheci um pouco de como funciona uma garderi (creche). Depois sai de la e fui para uma outra garderi do governo que aqui eles chamam de CPE, ai sim melhorou muito, aprendi mais, com as professoras com os alunos. Ainda estou nessa CPE, mais também conseguimos entrar em uma academia, estamos primeiro fazendo os treinamentos, de como funciona, como atender um cliente, nomes dos aparelhos, aprendendo mais palavras novas em Frances só que agora dentro da nossa área. Isso eu digo que foi um enorme passo e estamos muito felizes por poder entrar na nossa área.

O Ti ralou um pouquinho também, começou no restaurante, aprendeu muito, mais ele foi evoluindo, e disse que já estava bom ai foi trabalhar comigo na CPE, não ficou muito tempo, agora ele esta em uma escola como Educador no serviço de garde. E também na academia.

No final das contas o balanço é positivo não temos o que reclamar, tivemos grandes conquistas, desafios e estamos aqui de pé, unidos para poder conseguir concretizar nossos objetivos e sonhos.

Obrigada a todas as pessoas que sempre vem acompanhando a gente, obrigada pelo carinho, pelo amor e pelas orações.

Eu montei um vídeo com algumas fotos desse 1 ano de Canadá, coloquei uma musica que sempre me fazia chorar, quando minha sogra tocava, e tem muito haver com esse momento. Espero que voces gostem. Beijos e fiquem com Deus.....

video



video

Vou colocar as fotos dos últimos eventos, que foi do Outono a mudanças da folhas, o colorido é impressionante como fica lindo e do Halloween na cada da Marina foi muito legal.


Obrigada a todos, obrigada ao meu marido por me ver chorar dias e dias e ficar do meu lado sempre e sem reclamar obrigada Ti pelo seu companheirismo e paciência.




Halloween no Trabalho..
Halloween na casa do Diogo e da Marina

Bruno Eu e Jean

Eu e a mãe do Bruno



Bruno, Tati, Eu

Eu, Juliana, Juliano, Ti

Andre, Ti, Daniel

Eu, Juliana, Lu, Marina

Thiago, Eu, Rosana, Ti


Beijos a todos e fiquem com Deus.